O fantástico caso da mágica meia azul

Minha mãe sempre me disse pra não ficar andando pela casa descalço. Mas o chão gelado sob meus pés sempre passou uma sensação tão boa… Além do mais, tinha escutado no jornal que as crianças precisam criar anticorpos, e pra isso, elas podem andar descalças. Minha mãe não discutia com o homem da televisão, mas ainda assim, brigava comigo sempre que me via correndo de meia por aí. Estar de meia é igual estar de sapato, não é? O pé fica vestido do mesmo jeito.
De qualquer forma, eu já expliquei pra minha mãe qual é o lance das meias, mas ela não parece acreditar. Eu tenho uma gaveta cheia delas, tá… tudo bem que boa parte está sem um dos pés, mas eu tenho certeza de que a máquina de lavar roupas tá querendo me encrencar.Teve um dia desses, em que fui pra escola com um pé do Batman e outro do Homem Aranha. O problema foi que eu só percebi quando o Lucas veio zombar da minha cara. Pode até parecer que a culpa é minha, mas não sou eu quem tira as meias da gaveta e dá fim em um dos pés. Minha mãe me disse que sou irmão do Saci. Vai ver é ele que ta pegando minhas meias.
A questão é que as coisas são completamente diferentes com o par de meia azul. Sempre pensam que sou louco por isso, mas a verdade é que eles são mágicos. Toda vez que estou usando aquelas meias eu tenho o melhor dia de todos. A cantina da escola dá sorvete e bolo, a professora não passa dever de casa, o tio da perua até me deixa ir na frente com ele. Por isso eu acho que esse é um objeto mágico. Acho que era a meia de algum gênio da lâmpada ou coisa assim, e venderam por engano. Foi muita sorte minha mãe ter comprado baratinho e servir justinho no meu pé. Não espalha, mas eu tenho uma meia da sorte.
Eu gostaria que a história terminasse aqui. Mas não termina. Um objeto desses tão poderoso, tem seu oposto do mal, como nos filmes, pra manter o equilíbrio no mundo, esse tipo de coisa, ao menos foi o que meus amigos falaram. Pra sua surpresa, descobri que também sou dono desse outro objeto, infelizmente. A meia vermelha é a mais limpa de todo o guarda-roupas, porque ela é a meia do azar. É só colocar no pé, que seu dia automaticamente dá errado. Sabe tudo que você quer que aconteça? Acontece o contrário. Eu detesto aquela meia. Já tentei jogar fora, mas minha mãe não deixa porque ela é nova. O problema é que ela nunca vai gastar, é sempre minha última opção e as vezes eu pego até meia da minha irmã pra evitar problemas maiores. Teve um dia que fui obrigado a usar a da Hello Kit, o Lucas tinha faltado nesse dia, ainda bem.
Na semana passada minha meia da sorte rasgou um pouquinho e claro que usei todo o meu talento pra arrumar, já testei. Tá remendada mas funciona. Nem quero imaginar quanto ela não servir mais no meu pé.

Deixe seu comentário :)