Etna

Eis me aqui,
diante de todas as cinzas
e das cidades caídas
continuei em pé.

Os pés firmes no solo,
que cheiram a carbono.
Assim como o ar outrora leve
hoje é cheio de fumaça negra.

Eis me aqui,
ante o caos.
Nesse mundo de dispersão,
em meio as ruínas da civilização.

Não ficarei muito,
o pulmão já não filtra bem.

Não ficarei muito,
o ar já não é respirado por ninguém.

8 thoughts on “Etna

  1. As palavras significam mais do que expressam quando delas nos servimos.
    Um livro inteiro contém mais significados do que aquilo que o autor efetivamente quis dizer.
    As pessoas são como livros…
    Contém mais significados do que aquilo que expressam com palavras!

    1. Disso eu não tenho dúvidas Ricardo! As palavras sempre poderão assumir um significado ímpar pra qualquer um que delas se sirvam, como você bem disse. Daí vem os equívocos e também a beleza da interpretação. Espero que em especial essas tenham lhe servido bem. Grata pela visita!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *